Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Dejectos de cães dão coima para os donos

A Câmara Municipal das Caldas da Rainha vai começar a aplicar coimas, que podem ir dos 50 aos 1850 euros, a quem não limpar o ‘cocó’ do seu cão na via pública, no seguimento da instalação de duas dezenas de WC caninos e distribuidores de sacos de plástico para limpeza.
1 de Maio de 2005 às 00:00
Está prevista a aquisição de mais 60 WC e dispensadores de sacos
Está prevista a aquisição de mais 60 WC e dispensadores de sacos FOTO: Carlos Barroso
De acordo com a autarquia, já não há razão para que os donos dos animais os deixem fazer as suas necessidades nos passeios ou, mesmo que tal aconteça, não removam os dejectos.
As novas regras constam do regulamento sobre detenção e circulação de cães na via pública, que acaba de ser aprovado com o objectivo de “promover boas condições de higiene, segurança e de ausência de incómodo para os munícipes”.
No regulamento refere-se que “a fiscalização é da competência de todos os munícipes e sempre que verifiquem o seu incumprimento devem comunicar o facto à Câmara Municipal para a situação ser averiguada.
As casas de banho criadas têm um odor especial para atrair os canídeos e os sacos disponibilizados são tratados com um produto para evitar maus cheiros, pelo que não devem ser utilizados para outras funções.
Foram já investidos 40 mil euros nestas infra-estruturas e durante as próximas semanas serão instalados mais 60 WC e dispensadores de sacos. As futuras urbanizações na cidade terão também obrigatoriamente de instalar estes equipamentos.
A autarquia lembra que os dejectos são responsáveis pela transmissão de diversas doenças, em especial às crianças que brincam em jardins, e os próprios animais poderão também ser vítimas de contágio.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)