Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

DEPÓSITO DE CÃES

A cidade de Viseu está a servir de "depósito" para cães abandonados oriundos de vários pontos do distrito, uma situação que se acentuou este Verão e à qual nem mesmo alguns animais de raça escaparam.
17 de Setembro de 2002 às 20:54
A denúncia é feita por Ana Vaz, uma das directoras do "Cantinho dos Animais Abandonados de Viseu", que afirmou à Lusa que não se lembra de ver "tantos animais abandonados e maltratados na cidade como este Verão".

À porta do "Cantinho" - associação que alberga actualmente 500 animais - foram deixados 25 cães, mas, segundo Ana Vaz, "houve também pessoas de vários pontos do distrito que vieram abandonar os seus cães pela cidade, que agora andam a deambular pelas ruas".

Alguns dos casos são conhecidos, nomeadamente o de uma viatura de Castro Daire que foi encontrada a abrir a bagageira e a abandonar um caniche puro, de pelo branco.

"Viseu está a aguentar com os cães abandonados de todo o distrito, porque as pessoas sabem que na cidade existe o Cantinho", justificou. A responsável critica esta "maneira cínica" de gostar dos animais e questiona se os donos ficam com a consciência mais tranquila "só porque os deixam numa cidade onde há uma associação de protecção".

Apela para que todas as pessoas que vejam outras a abandonar animais "não fechem os olhos" e contactem o "Cantinho", identificando o local e a viatura, de forma a que possam ser accionadas queixas-crime.

Os rafeiros já não são os únicos a verem o dono ir embora depois de um passeio sem regresso a casa.

Na passada sexta-feira, Ana Vaz foi no encalço de um Labrador preto que terá sido abandonado em Repeses e que se junta a uma grande lista de "VIP" que já passaram pelo "Cantinho dos Animais" de Viseu: Husky (a uma média de um por semana), São Bernardo, Pastor Alemão, Yorkshire e Rottweiler.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)