Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Deputado nega teste do álcool

Miguel Santos diz que foi uma questão de falta de documentos.
Igor Gonçalves 2 de Novembro de 2015 às 01:00
Miguel Santos foi mandado parar pela PSP. Sem documentos, mostrou o cartão de deputado
Miguel Santos foi mandado parar pela PSP. Sem documentos, mostrou o cartão de deputado FOTO: Tiago Sousa Dias
Miguel Santos, deputado do PSD, recusou, este domingo submeter-se ao teste de alcoolemia depois de ter sido parado pela PSP quando seguia de moto, na Av. do Brasil, Porto.

Segundo a participação, às 05h05, um agente verificou "que circulava um motociclo em condução irregular", a cujo condutor foram solicitado os documentos, tendo Miguel Santos apresentado a identificação de deputado. "Senti um forte odor a álcool", relata o agente que fez a participação, dizendo que o deputado recusou o teste, "alegando imunidade parlamentar".

Miguel Santos diz que tal não é verdade e que tudo se tratou de falta de documentação. "Mostrei a única coisa que tinha comigo, que era o cartão de deputado. O agente achou que eu estava de má vontade. Mostrei-me disponível para apresentar os documentos numa esquadra e, como é meu direito, fui-me embora. Eu não tinha bebido álcool, aliás, nem bebo", disse.

Miguel Santos PSD PSP Av. do Brasil álcool
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)