Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Deputados aderem a rastreio da asma

“Muito positivo.” Foi assim que Mário Morais de Almeida, elemento da equipa do Serviço de Imunoalergologia do Hospital D. Estefânia e um dos especialistas de serviço ontem na Assembleia da República, descreve o rastreio de doenças respiratórias que decorreu durante todo o dia naquele espaço da capital.
3 de Maio de 2005 às 00:00
Mais de 150 pessoas submeteram--se aos exames médicos para detectar problemas que, na opinião deste médico, estão “subdiagnosticados e sub-tratados em Portugal” e chegaram mesmo a ser identificadas algumas situações. “A asma é uma doença que afecta 10 por cento da população e os deputados não são excepção”, explicou ao CM. Quanto a nomes, o sigilo profissional impediu revelações.
A iniciativa, inserida nas celebrações do Dia Mundial da Asma, hoje, foi da responsabilidade da Associação Portuguesa de Asmáticos e da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica. “Pretendeu ser um convite à participação e levar os cuidados de saúde às pessoas, para caracterizar melhor problemas que têm grande prevalência.”
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)