Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

DERROCADA EVACUA PRÉDIO

O prédio (dividido em três números de porta) tem mais de 150 anos, diz quem lá mora, e “há pelo menos 48 que não tem obras”, acusa Francisco Campos, um dos moradores do n.º 4 da Travessa Particular, nos Prazeres, Lisboa. Anteontem, a elevada degradação de um deles (o 4B) causou uma derrocada e consequente evacuação dos cerca de 30 residentes.
17 de Outubro de 2003 às 00:00
“Tratou-se da queda do reboco e derrocada parcial da caixa das escadas. Por precaução retiraram-se os moradores do prédio, que é particular”, adianta ao CM fonte da Protecção Civil de Lisboa.
Basta olhar para os outros dois prédios, o 4A e o 4C, um de cada lado do evacuado, para perceber que a segurança dos moradores é mínima.
“Isto é buracos nas paredes, tectos a cair, escadas a desfazerem-se e oleados a impedir que a chuva nos caia na cabeça”, lamenta Maria Gomes, de 73 anos. O vizinho de cima, Constantino Sacramento, de 28 anos, tem que ter cuidado a abrir a janela: “Senão vai parar à rua”, afiança.
Francisco Campos, que vive com mais cinco pessoas, teve de passar a noite com amigos. “Isto já ameaça vir abaixo há muitos anos. Não estamos sossegados em casa, com medo.”
A Protecção Civil Municipal de Lisboa fez ontem uma vistoria ao prédio. O n.º 4B continuou interdito, enquanto se avaliava a situação dos outros dois, que provavelmente serão também evacuados. Quanto ao perigo imediato, a Protecção Civil diz que “a estrutura aguenta, tem paredes de 80 centímetros. O prédio precisa é de obras urgentes”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)