Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Desapareceram partes do recurso de Mexia e Manso Neto no caso EDP

Recurso sobre as medidas de coação no caso EDP deu entrada no Tribunal da Relação de Lisboa a 8 de outubro.
Daniela Polónia 3 de Dezembro de 2020 às 12:07
manso neto antonio mexia
manso neto antonio mexia

Desapareceram partes do recurso de António Mexia e Manso Neto, no caso EDP.

O recurso sobre as medidas de coação deu entrada no Tribunal da Relação de Lisboa a 8 de outubro e tinha de ser decidido no prazo de 30 dias. Como tal ainda não aconteceu, a defesa dos arguidos decidiu consultar o processo de recurso. O documento tem mais de 150 páginas e era acompanhado de três pareceres.

Fonte da defesa de António Mexia e Manso Neto confirma à CMTV que os pareceres não estão no apenso de recurso e que ainda esta quarta-feira vai dar entrada com um requerimento para os anexar. Os pareceres de Faria Costa, antigo provedor de Justiça, Maria João Antunes, professora catedrática de Coimbra e ex-juíza do Tribunal Constitucional e de Cassiano dos Santos, professor universitário em Coimbra eram parte integrante do recurso e os documentos foram todos entregues em mão no Tribunal Central de Instrução Criminal. 

António Mexia Manso Neto crime lei e justiça justiça e direitos crime económico
Ver comentários