Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Desempregado vivia em hotéis sem pagar

Dormia, comia e ainda marcava falsos eventos de negócios.
Ana Sofia Carvalho e Sérgio Pereira Cardoso 23 de Julho de 2015 às 08:15
Homem é suspeito de 60 burlas a unidades hoteleiras e restaurantes
Homem é suspeito de 60 burlas a unidades hoteleiras e restaurantes FOTO: Ricardo Cabral

Tem 54 anos e não lhe é conhecida qualquer atividade profissional, mas isso não o impediu de dormir com todos os luxos em dezenas de hotéis de todo o País. O esquema de fuga sem pagar durou até esta quarta-feira de madrugada: foi detido pela GNR de Viana do Castelo em Ribeira de Pena, distrito de Vila Real.

O burlão deixou também calotes em restaurantes, mas a maioria das queixas é relativa a unidades hoteleiras. O homem reservava os quartos, ocupava-os e comia todas as refeições, deixando a conta para ser paga no final. Bem-falante, ganhava até a confiança de responsáveis e funcionários. Assim que se aproximava a data de saída, lançava o seu grande trunfo: marcava supostos almoços de negócios para dezenas de pessoas – dizia até que vinham do estrangeiro. Os hotéis colocavam mãos à obra e preparavam tudo, mas, na data combinada, ninguém aparecia, nem sequer, claro, o organizador, que aproveitava a distração geral para escapar.

O turista viajou de norte a sul do País: Faro, Beja, Évora, Porto, Santarém, Guarda, Vila Real, Aveiro, Coimbra, Leiria e Viana do Castelo. Ao que o CM apurou, não teve problemas em usar a própria identidade e acabou por ser detido pela Investigação Criminal da GNR de Viana, chamada depois de nova ‘escapadela’, num hotel de Caminha, em dezembro último.

Após comunicação com outros postos e com a Polícia Judiciária, chegou-se à conclusão de que o desempregado é autor de 60 calotes em hotéis e restaurantes. Responde por crimes de burla, furto (viajava num carro roubado), falsificação de documentos (a carta de condução era forjada) e abuso de confiança. Foi levado ao Tribunal de Caminha e solto, já que o caso acabou por baixar a inquérito.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)