Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

DESORDEM FERE POLÍCIAS

Dois agentes da Esquadra da PSP da Brandoa foram ontem ao início da madrugada agredidos quando tentavam pôr fim a uma festa barulhenta num apartamento daquela freguesia da Amadora.
12 de Maio de 2003 às 00:00
Os polícias receberam pancadas de cabos de vassoura, foram ameaçados com facas e alvejados, de um quinto andar para a rua, com garrafas e vasos. Lograram, no entanto, deter quatro dos agressores, três homens e uma mulher.
Segundo apurou o CM junto de fonte policial, tudo se passou pela 01h50, na Rua Herculano de Carvalho, na Brandoa. No n.º 3 daquela artéria, num dos quintos andares, um grupo em número indeterminado de angolanos e cabo-verdianos realizava uma festa particular.
O barulho da conversa e da música alta, a par do adiantado da hora, não agradaram a alguns vizinhos, que alertaram a Esquadra da PSP da Brandoa para o facto.
Uma patrulha deslocou-se ao local e, batendo à porta da residência em festa, foi atendida pelo seu proprietário, que ao verificar que se tratavam de agentes da autoridade, lhes fechou a mesma ‘na cara’.
Os dois agentes insistiram e o dono da casa voltou a abrir a porta. Desta vez trazia com ele o cabo de uma vassoura, com o qual agrediu imediatamente um dos agentes, provocando-lhe uma fractura num dedo de uma mão. O agressor, de 30 anos, foi manietado e detido, ainda à porta de sua casa.
Os restantes participantes na festa começaram também a agredir os agentes, ferindo o segundo elemento da PSP numa mão.
Ainda no vão das escadas do prédio, um dos indivíduos chegou a brandir uma arma branca, supostamente uma faca de cozinha, na direcção de um dos agentes. O homem, de 32 anos, foi manietado e desarmado pelos agentes, que o detiveram.
De seguida, e na tentativa de libertar os dois homens detidos, os seus familiares e amigos investiram novamente contra os agentes, numa altura em que estes já se encontravam na rua a introduzir os indivíduos no carro-patrulha.
Desta vez decidiram arremessar vasos e garrafas de bebidas do quinto andar com o intuito de atingir os agentes. Conseguiram apenas danificar o carro-patrulha e, na reacção, os elementos da PSP – que entretanto já tinham chamado reforços – realizaram mais duas detenções, de um homem de 40 anos e uma mulher de 29.
Os detidos vão ser hoje presentes ao Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)