Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

"Despedimento foi um exemplo"

Trabalhadores despedidos pela Portway.
Tiago Griff 14 de Maio de 2015 às 16:40
Ex-trabalhadores da Portway protestaram, ontem, no aeroporto de Faro
Ex-trabalhadores da Portway protestaram, ontem, no aeroporto de Faro FOTO: Filipe Farinha
Os 12 trabalhadores despedidos pela Portway, há pouco menos de um mês, juntaram-se ontem à tarde no aeroporto de Faro em protesto. Estão indignados por terem sido despedidos no espaço de dias, depois de mais de 10 anos a trabalhar como efetivos, e dizem que lhes terminaram os contratos por terem participado em greves. Agora, vão avançar para tribunal.

"Convocaram uma reunião, no dia 17 de abril, para dia 20, e nesse dia disseram que estávamos na rua", descreveu ao CM João Marques, um dos trabalhadores ontem no protesto. Trabalhavam desde 2002 como operadores de pontes telescópicas, no aeroporto de Faro, para outra empresa, dissolvida em 2007. Nessa altura, foram absorvidos pela Portway. Continuaram efetivos, mas nunca lhes foi atribuída categoria profissional.

"Reivindicámos seguros de saúde e progressão na carreira. O despedimento foi para servir de exemplo para quem participa em greves", explicou Nuno Santos, outro dos ex-funcionários da Portway, agora despedidos. "Temos procurado emprego, mas tem sido complicado", acrescentou.


Como dizem que não lhes foram dadas indemnizações, os trabalhadores, apoiados pelo Sindicato de Trabalhadores da Aviação e Aeroportos, vão avançar para a justiça.
Faro João Marques Nuno Santos trabalho desemprego transportes aviação
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)