Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Despiste fatal separa casal de namorados

Um jovem de 20 anos morreu ontem, no regresso de uma noitada com amigos, quando o carro que conduzia saiu da estrada e bateu com violência num muro de suporte de terras, em Souto Fundeiro, no concelho de Castanheira de Pêra.
20 de Março de 2006 às 00:00
O Clio, onde seguiam quatro amigos de Figueiró dos Vinhos, bateu com violência num muro de betão
O Clio, onde seguiam quatro amigos de Figueiró dos Vinhos, bateu com violência num muro de betão FOTO: Luís Filipe Coito
Rui Simão, empregado fabril, ia ao volante de um Renault Clio preto, onde seguiam também a namorada, um primo e um amigo. Patrícia (19 anos), Tiago e Fábio (ambos de 17) sofreram ferimentos muito graves e foram internados no Hospital dos Covões, em Coimbra.
O acidente aconteceu na estrada nacional 236, pelas 07h17, quando os jovens, todos residentes no concelho de Figueiró dos Vinhos, regressavam de uma noite de divertimento que começou – para alguns – num casamento e terá passado por uma conhecida discoteca da região.
Numa recta à saída de Castanheira de Pêra, por motivos desconhecidos, o Renault Clio atravessou a faixa contrária, saiu da estrada e bateu de frente num muro de betão. Rui era o mais novo de três irmãos. Os pais, residentes na aldeia do Carapinhal, receberam logo pela manhã a notícia que transformou um domingo banal e chuvoso num dia que a família, pelas piores razões, nunca vai esquecer. A violência do desastre impressionou os socorristas. “O automóvel ficou seriamente danificado, o que nos obrigou a cortar a chapa para retirar as vítimas”, disse um responsável dos Bombeiros Voluntários de Castanheira de Pêra que juntamente com a corporação de Figueiró dos Vinhos e o INEM mobilizaram 17 elementos e seis viaturas.
O ferido mais grave – um dos rapazes – seguiu directamente para o Hospital dos Covões, onde seria sujeito a reanimação. Ao final do dia, o seu estado era crítico e corria perigo de vida. Os outros dois feridos foram assistidos no Centro de Saúde de Figueiró dos Vinhos e transferidos para Coimbra. O rapaz apresentava um traumatismo abdominal e a rapariga uma esfacelamento na cabeça, disse fonte hospitalar.
CHOCOU COM ATRELADO
Um homem de 29 anos, condutor e único ocupante do automóvel, morreu ontem, pelas 05h00, na A4, entre Valongo e Campo, ao embater num reboque que carregava um veículo avariado. “A viatura já ia em despiste e o choque foi muito violento”, afirmou fonte da BT. Segundo a fonte, o reboque estava parado, ocupando parte da via e parte da berma, que ali é “muito estreita”.
A violência da colisão obrigou os Bombeiros de Valongo a usarem equipamento de desencarceramento para permitir a retirada da vítima dos destroços da viatura. Este foi o segundo acidente grave em menos de uma semana no troço da A4 entre Valongo e Campo. Terça-feira, um condutor de 79 anos morreu depois de circular em contramão e provocar um acidente.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)