Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Despiste mata condutor e amigo

Dois homens morreram na madrugada de ontem num aparatoso despiste de um veículo comercial guiado por um condutor sem carta na EN114, entre Évora e Montemor-o-Novo. Fernando Carapinha, 41 anos e pintor de construção civil, era o condutor. A seu lado seguia o amigo e colega de profissão Ricardo Caeiro, de 49 anos.
20 de Outubro de 2012 às 01:00
O carro comercial, marca Peugeot 205, ficou totalmente destruído
O carro comercial, marca Peugeot 205, ficou totalmente destruído FOTO: ALEXANDRE M. SILVA

O acidente, segundo fonte da GNR, ocorreu cerca das 00h00, quilómetro 166,7. O veículo seguia na direcção Évora/Montemor-o-Novo, perto do nó da A6, quando entrou em despiste numa recta e foi embater violentamente numa árvore situada junto à berma da outra faixa de rodagem.

"As causas do acidente estão ainda a ser investigadas. O piso molhado associado a sonolência ou excesso de velocidade são as hipóteses mais prováveis", assume uma fonte da GNR.

Dada a violência da colisão da viatura contra a árvore os dois homens, ambos naturais de Évora, tiveram morte imediata. "Eram muito próximos. Ricardo, que reside agora em Igrejinha [concelho de Arraiolos] trabalhava com o Carapinha", contou um amigo. Nas operações de socorro participaram os bombeiros de Évora, apoiados pela equipa da VMER e GNR. Os cadáveres recolheram à morgue local.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)