Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Despiste violento mata condutor

Após um aparatoso despiste, o condutor de um camião da empresa de transportes Torres e Vaz ficou encarcerado e acabou por morrer a caminho do hospital. Ainda estão por apurar as causas do acidente, que ocorreu ontem à tarde na A41, junto ao acesso da A32, em Gaia.
5 de Junho de 2012 às 01:00
Camião tombou após despiste numa curva apertada, deixando o condutor encarcerado
Camião tombou após despiste numa curva apertada, deixando o condutor encarcerado FOTO: Maria João Marques

O alerta chegou cerca das 13h30. O motorista, de 47 anos, fazia o transporte de várias toneladas de gasolina e gasóleo e não conseguiu controlar o pesado numa curva apertada, acabando por entrar em despiste e derrapar durante dezenas de metros, até colidir com os rails da auto-estrada.

A cisterna do camião rompeu-se durante o embate, provocando o derrame de combustível no terreno e ainda num afluente do rio Uima. Depois de montar um perímetro de segurança apertado, os bombeiros sapadores tiveram de colocar terra nas águas, de forma a filtrar os materiais perigosos.

Os trabalhos de desencarceramento duraram alguns minutos. Porém, o homem não resistiu aos graves ferimentos que sofreu, acabando por morrer durante o transporte para o Cen-tro Hospitalar Gaia-Espinho.

A via esteve cortada ao trânsito durante várias horas, enquanto duravam os trabalhos de limpeza do pavimento e remoção do veículo. Dois responsáveis da empresa onde a vítima trabalhava estiveram no local, bem como representantes da concessionária da auto-estrada. Os sapadores foram apoiados pelos Bombeiros de Crestuma. O Destacamento de Trânsito da GNR tomou conta da ocorrência.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)