Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Desvio de 675 mil euros

A responsável pela contabilidade e gestão do Centro de Línguas de Oliveira de Azeméis foi dispensada pela autarquia, depois de ser detectado um buraco financeiro de 675 mil euros, dinheiro que deveria ter sido entregue ao Fisco e à Segurança Social. O caso, que está nas mãos do Ministério Público (MP) de Oliveira de Azeméis, foi descoberto numa auditoria pedida pelo presidente da Câmara Municipal, Hermínio Loureiro.
12 de Março de 2011 às 00:30
Responsável pela contabilidade do Centro de Línguas foi afastada
Responsável pela contabilidade do Centro de Línguas foi afastada FOTO: d.r.

Segundo documentos a que o CM teve acesso, só entre Outubro de 2009 e Outubro de 2010 foram transferidos quase 70 mil euros para duas contas tituladas pela funcionária em causa e pelo marido. Foi ainda transferido dinheiro para uma terceira conta em nome da funcionária do Centro de Línguas e da filha.

Ao que o CM apurou, foi durante a auditoria, concluída em Setembro de 2010, que o Fisco e a Segurança Social apresentaram os montantes em dívida. Porque não constavam em anteriores certidões, suspeita-se de que a responsável pela contabilidade tenha forjado os documentos dos anos anteriores.

Em comunicado, a Câmara Municipal confirma que o caso está sob a investigação do MP, acrescentando que, às primeiras suspeitas, foram tomadas as medidas necessárias. Já a oposição socialista afirma que Hermínio Loureiro só agora informou os vereadores.

RESPONSÁVEL CÂMARA MUNICIPAL OLIVEIRA DE AZEMÉIS CENTRO DE LÍNGUAS DESVIO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)