Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Detectives em Altura

Detectives da Metodo 3, a empresa espanhola contratada pelo casal McCann para investigar o desaparecimento de Madeleine, estiveram ontem em Altura, Castro Marim, à procura de Joaquim Agostinho, por este ter sido apontado como o homem do retrato-robô, suspeito do rapto.
28 de Janeiro de 2008 às 00:30
Segundo o jornal britânico ‘Daily Mail’, a agência espanhola assumiu como “uma prioridade” falar com Joaquim Agostinho, depois de uma testemunha, Gail Cooper, ter dito que ele era idêntico ao homem que tinha visto na Praia da Luz.
“Vamos falar com este homem com a máxima prioridade, para estabelecermos se ele é o homem que a senhora Cooper viu. Estamos a enviar o nosso pessoal para o local”, disse um representante da Metodo 3 àquele jornal.
Ontem o irmão do proprietário do snack-bar Alia, em Altura, frequentado habitualmente por Joaquim Agostinho, disse ao CM que um espanhol, que se identificou como sendo jornalista mas estava sozinho, foi ao estabelecimento perguntar por ele. No entanto, o homem que todos têm procurado nos últimos dias tinha passado todo o dia a caçar.
Joaquim Agostinho tem sido assediado por jornalistas britânicos. O ‘News of the World’ apresenta uma entrevista em que o algarvio, tal como fez para a edição de ontem do CM, nega qualquer relação com o desaparecimento de Maddie. “Eu nem sequer conduzo. Por isso era impossível fazer o que as pessoas pensam”, disse o apanhador de conquilhas.
PORMENORES
HIPÓTESE DE RAPTO
“São bem-vindas quaisquer posições da polícia que aceitem o facto de Madeleine ter sido raptada, porque foi isso que aconteceu”, disse Clarence Mitchell, depois da PJ adiantar que a hipótese de rapto está a ganhar força.
INTERROGADO
Um português foi interrogado na quinta-feira em Gibraltar, pelo polícia local, por possuir grandes semelhanças com o retrato-robô do suspeito.
Ver comentários