Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Detetados 18 cidadãos ilegais em exploração agrícola em Coimbra

Dos suspeitos detetados, 16 foram notificados para abandono voluntário de Portugal.
12 de Julho de 2018 às 10:32
SEF
Inspetor do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras
Serviço de Estrangeiros e Fronteiras
SEF
Inspetor do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras
Serviço de Estrangeiros e Fronteiras
SEF
Inspetor do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras
Serviço de Estrangeiros e Fronteiras

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) identificou 56 trabalhadores, 18 dos quais estrangeiros em situação documental ilegal, numa exploração agrícola em Mira (Coimbra), e multou a entidade patronal, foi anunciado esta quinta-feira.

De acordo com o SEF, dos 18 estrangeiros em situação ilegal, 16 foram notificados para abandonar Portugal no prazo de 20 dias e os restantes foram notificados para comparecer junto das autoridades para ser avaliada a sua situação documental.

O SEF diz ainda que há indícios de que estas pessoas, entradas no espaço da União Europeia/Schengen com vistos emitidos por outros países que não Portugal, "possam ter-se deslocado para o país inseridos num esquema conotado com a prática do crime de auxílio à imigração ilegal, com a finalidade de requererem a regularização documental ao abrigo da legislação em vigor".

Vai ainda ser avaliada a eventual participação criminal destes factos, indica o SEF, acrescentando que foi igualmente instaurada uma contraordenação à entidade patronal dos cidadãos detetados em situação ilegal, ao qual corresponderá uma coima cujo valor pode ir até aos 30 mil euros.

A ação, que decorreu no passado dia 10 de julho, contou com a participação de seis operacionais do SEF e teve a colaboração de dois inspetores da Autoridade Tributária e de outros dois da Alfândega.

 







Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)