Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

"Detetei uma situação suspeita": Perito contratado por Rosa Grilo comenta surgimento de novos vestígios

Estes novos dados podem dar um novo rumo ao caso.
Correio da Manhã 14 de Fevereiro de 2020 às 16:41
João de Sousa
António Joaquim e Rosa Grilo
Rosa Grilo
João de Sousa
António Joaquim e Rosa Grilo
Rosa Grilo
João de Sousa
António Joaquim e Rosa Grilo
Rosa Grilo
João de Sousa, ex-inspetor da PJ e perito forense contratado por Rosa Grilo, está esta sexta-feira junto à casa da víuva, nas Cachoeiras, em Vila Franca de Xira, depois de terem sido encontrados novos vestígios na habitação onde foi morto o triatleta Luís Miguel Grilo. 

Aos jornalistas, o perito forense conta que foi contactado pela advogada de Rosa Grilo, Tânia Reis, para fazer uma consultoria neste caso.

Depois de ter analisado todos os autos, o ex-inspetor conta que lhe foi solicitado que fosse ver a casa. 

Durante essa visita, numa das divisões, "detetei uma situação suspeita, anómala. Pareceu-me ser um vestígio", disse João de Sousa. "Parei tudo e pedi para chamarem as autoridades", continuou.

Questionado sobre de que vestígio fala e em que divisão o encontrou, o perito recusou-se a responder, dizendo apenas que sabe o que viu e que "é suspeito". 

Uma nova bala foi encontrada esta sexta-feira na casa onde o triatleta e a mulher, Rosa Grilo, moravam. Estes são novos dados que podem dar um novo rumo ao caso.

Segundo o que o Correio da Manhã conseguiu apurar, o segundo projétil foi encontrado pela empresa contratada pela defesa de Rosa.

Recorde-se que no depoimento de Rosa Grilo, a viúva falou sempre no disparo de duas balas e não uma, como foi indicado através da autópsia.


Em atualização
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)