Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Detida mulher por burla, falsificação de documentos e branqueamento de capitais

PJ adianta que a detida prestava serviços a cidadãos estrangeiros na obtenção de vistos de residência.
Lusa 11 de Julho de 2017 às 15:09
Polícia Judiciária
Polícia Judiciária
Polícia Judiciária
Polícia Judiciária
Polícia Judiciária
Polícia Judiciária
A Polícia Judiciária deteve uma mulher por suspeitas de burla qualificada, falsificação de documentos e branqueamento de capitais ao se apropriar de dinheiro de cidadãos estrangeiros que queriam obter 'vistos gold'.

Em comunicado, a PJ adianta que a mulher, de 59 anos, profissional liberal, prestava serviços a cidadãos estrangeiros na obtenção de vistos de residência, na modalidade de Residência para Atividade de Investimento (ARI), conhecidos por 'vistos gold', e apropriava-se dos montantes entregues por estes para aquisição dos imóveis ou abertura de contas bancárias em Portugal.

A detenção foi realizada por elementos da Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ e a arguida aguarda a aplicação de medidas de coação pelo tribunal.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)