Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Detido jovem de 19 anos suspeito de tentar matar rivais em guerra por carrinhos de choque em Almada

Atingiu homem a tiro numa perna e tentou balear outro na cabeça. Ficou em preventiva.
Correio da Manhã 16 de Agosto de 2022 às 12:21
A carregar o vídeo ...
Detido jovem de 19 anos suspeito de tentar matar rivais em guerra por carrinhos de choque em Almada
A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta terça-feira a detenção de um jovem de 19 anos, suspeito de dois crimes de tentativa de homicídio contra outros dois jovens, de 21 e 23 anos, e ainda por um crime de detenção de arma proibida. Os casos aconteceram na Costa da Caparica, Almada. 

Segundo informa a PJ em comunicado, tido aconteceu "no início da noite do passado dia 20 de julho de 2022, junto à lota de pesca da Costa da Caparica - Almada, quando o presumível autor intercetou as viaturas nas quais as vítimas se faziam transportar e, de seguida, atingiu, a tiro, uma dessas mesmas vítimas numa coxa e tentou atingir a outra na cabeça".

Ao que o CM apurou, o jovem agora detido é um dos envolvidos numa guerra entre grupos rivais da Costa de Caparica e Trafaria, no concelho de Almada, que começou por um lugar nos carrinhos de choque na Feira Popular da primeira localidade, e que causou quatro feridos graves – um baleado e três esfaqueados – em apenas dez dias.

O jovem de 19 anos agora detido foi presente a primeiro interrogatório judicial e ficou em prisão preventiva, adianta ainda a PJ.

O primeiro episódio de violência ocorreu na noite de 20 de julho, quando uma rixa entre os dois grupos no recinto onde são montadas diversões nesta altura do ano terminou à pancada. Na origem da contenda esteve o ‘direito’ de cada um dos grupos sobre o uso dos carrinhos de choque. Já no exterior, um dos envolvidos disparou sobre um dos rivais, atingindo-o numa perna. O mesmo suspeito ainda disparou na direção de um carro em andamento onde estavam outros elementos do grupo do baleado que tentavam fugir do local, como relatou na altura o Correio da Manhã.
Ver comentários