Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Detido suspeito de atear fogo na Guarda

A Polícia Judiciária (PJ) da Guarda deteve na quinta-feira um indivíduo suspeito de ter ateado um incêndio florestal nas proximidades de Benespera.
9 de Novembro de 2007 às 10:18
O homem, de 55 anos, foi identificado pela Guarda Nacional Republicana (GNR) de Gonçalo após ter deflagrado o fogo e posteriormente entregue ao departamento de Investigação Criminal da PJ da Guarda, que apresentará esta sexta-feira o suspeito ao tribunal local para primeiro interrogatório.
Segundo fonte da PJ, o alegado incendiário foi interceptado por militares da GNR de Gonçalo, depois de populares terem alertado as autoridades para a presença de um indivíduo com “comportamentos suspeitos”, junto ao local do incêndio.
Na altura em que foi abordado pelos militares, o detido, residente naquela freguesia do concelho da Guarda, tinha consigo um isqueiro, que entregou à GNR e com o qual confessou ter ateado o fogo.
Recorde-se que o incêndio deflagrou pelas 11h05 de quinta-feira, tendo consumido, durante cerca de oito horas, uma área de pinhal e mato.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)