Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Detido suspeito de burlas com promessas de crédito

A Polícia Judiciária (PJ) da Guarda anunciou esta quarta-feira a detenção de um português de 42 anos, desempregado e residente em Vigo (Espanha), por suspeita da autoria de burlas relacionadas com concessão fraudulenta de crédito a particulares.
21 de Dezembro de 2011 às 15:45
No momento da detenção foi feita uma busca ao quarto que o homem ocupava e à viatura que utilizava, tendo sido apreendidos quatro telemóveis, 2.980 euros em numerário e diversa documentação "com interesse para a investigação"
No momento da detenção foi feita uma busca ao quarto que o homem ocupava e à viatura que utilizava, tendo sido apreendidos quatro telemóveis, 2.980 euros em numerário e diversa documentação 'com interesse para a investigação' FOTO: d.r.

Segundo uma nota do Departamento de Investigação Criminal da PJ da Guarda, o homem foi detido numa unidade hoteleira de Lisboa, no cumprimento de um mandado de detenção emitido pelo Departamento de Investigação de Acção Penal de Coimbra.  

"O detido vinha publicando, pelo menos desde o ano de 2010, anúncios em diversos jornais (de âmbito nacional e regional) onde, sob a capa de empresário idóneo, se propunha emprestar dinheiro a pessoas em dificuldades, nomeadamente com dificuldades em obter crédito na banca", refere o comunicado. 

Acrescenta que, na sequência desses anúncios, "foi sendo procurado por telefone e e-mail, por pessoas de todo o país, com vista a obter os referidos empréstimos".  

Aos interessados, "solicitava o envio, via e-mail, de diversa documentação para avaliação do risco dos proponentes e o pagamento de uma quantia a título de pagamento de despesas administrativas do processo de empréstimo, no valor de algumas centenas de euros, que era remetido via Western Union", explica a PJ no mesmo comunicado.  

Refere que o suspeito marcava posteriormente um encontro com as suas vítimas para celebração do contrato, situação que "nunca acontecia", deixando-as lesadas no valor anteriormente despendido.  

A PJ adianta que no momento da detenção foi feita uma busca ao quarto que o homem ocupava e à viatura que utilizava, tendo sido apreendidos quatro telemóveis, 2.980 euros em numerário e diversa documentação "com interesse para a investigação".  

O detido tem "largos antecedentes criminais por crimes do mesmo tipo, estando indiciado por crimes envolvendo idêntico 'modus operandi' cometidos em outras zonas do país" que estão a ser investigados por outros Departamentos da PJ.  

O indivíduo será presente ao Tribunal de Instrução Criminal de Coimbra para primeiro interrogatório judicial e aplicação de eventual medida de coacção.  

burla crédito coimbra lisboa guarda
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)