Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Detido violento ataca militares

Uma ocorrência aparentemente simples acabou em pancadaria no posto da GNR da Trofa, na madrugada de ontem. A patrulha levou um suspeito da autoria de estragos na estação da Petro Gomes e, na Trofa, o homem atacou os próprios guardas, tendo ainda tentado escapar para zonas reservadas e perigosas.
28 de Dezembro de 2009 às 00:30
Os militares da GNR só conseguiram dominar o suspeito usando a força
Os militares da GNR só conseguiram dominar o suspeito usando a força FOTO: Joana Correia

Segundo as autoridades, o homem, de 29 anos, estava alterado devido ao consumo de drogas e quando entrou no posto surpreendeu os guardas com uma violenta fúria. Ainda agrediu a soco e pontapé alguns dos militares que o tentavam acalmar. O estado de descontrolo psíquico e físico do indivíduo levou-o mesmo a desatar a correr dentro do posto e a tentar entrar em áreas onde havia algumas armas de serviço.

Os militares tiveram de recorrer ao uso da força para manietar o homem, residente em Barca, na Maia. A confusão que se gerou dentro do posto da GNR, por volta das 05h30, acordou alguns vizinhos que ainda foram ver o que se passava, mas a confusão na rua aumentou quando chegou a família do homem, entretanto contactada. Alguns familiares acabaram por se desentender à porta do posto. Lá dentro, já controlado e detido, o suspeito não reconheceu sequer a mulher que lhe foi levar roupa.

Após várias horas no posto, o homem acabou por sair em liberdade, notificado para se apresentar em tribunal ainda hoje. Além de responder pelos estragos que provocou na estação de combustíveis, terá de responder por agressões, injúrias aos guardas e desacatos nas instalações da GNR. O indivíduo é já conhecido das autoridades por consumo de estupefacientes e por provocar rixas.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)