Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Detidos com droga que iria render pelo menos 300 mil euros

Grupo estava radicado em Vila Nova de Gaia.
Lusa 13 de Dezembro de 2016 às 13:14
Inspetores, SEF, Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, Sindicato da Carreira de Investigação e Fiscalização do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, ministra da Administração Interna, PSP, GNR, Forças Armadas, polícia
Inspetores, SEF, Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, Sindicato da Carreira de Investigação e Fiscalização do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, ministra da Administração Interna, PSP, GNR, Forças Armadas, polícia FOTO: Pedro Noel da Luz/Correio da Manhã
Um grupo de 13 pessoas, quase todas familiares e fixadas em Vila Nova de Gaia, foi detido segunda-feira no Grande Porto, numa operação em que foi apreendida droga que renderia no mercado pelo menos 300 mil euros, anunciou hoje fonte da PSP.

Em conferência de imprensa, o comissário da PS, Afonso Sousa, explicou que se toda a droga apreendida fosse vendida deveria render pelo menos 300 mil euros, mas refere que esse valor varia conforme "é traçado" (droga cortado com outro produto), e consoante o preço a que são vendidas as doses e as meias doses.

Na operação policial, Afonso Sousa destacou que foram apreendidos "seis quilos de produto utilizado no corte de droga" e utensílios para embalamento para a venda final dos estupefacientes, indicadores de que o grupo detido "transacionava muita droga e traçava muito", porque, assume, "há muita procura de droga", principalmente com o "aumento do turismo no Porto que vem para a 'movida', o que faz aumentar a procura de droga".

O Bairro da Sé, no Porto, e a Rua Fervença, em Vila Nova de Gaia, eram os dois principais pontos de escoamento a que se destinava a droga agora apreendida, informou a PSP.

O grupo detido era constituído por 13 detidos - nove homens e quatro mulheres -, com idades entre os 16 e 60 anos, e já tinha antecedentes criminais relacionados com o crime de tráfico de droga, referiu Afonso Sousa, acrescentando que os detidos vão ser hoje ouvidos no Tribunal Investigação Criminal (TIC) do Porto a partir das 14:00 e que as detenções ocorreram em Valongo, Porto, Vila Nova de Gaia e Santa Maria da Feira.

A operação foi realizada por 150 elementos da PSP, com a colaboração da GNR na sua área de jurisdição, e a investigação desenvolvia-se há cerca de ano e meio, sendo que a primeira fase da investigação foi há um mês e meio, com nove buscas domiciliárias em Abrantes e Torres Novas, de onde resultaram 30 mil euros em dinheiro apreendido e dois quilos de "drogas duras", designadamente anfetaminas.

Na operação policial, durante a qual foram realizadas 36 buscas domiciliárias e não domiciliárias, a PSP, que contou com o Destacamento da Unidade Especial de Polícia, apreendeu droga variada equivalente a cerca de 60 mil doses individuais - 3,8 quilos de heroína, suficiente para 45.555 doses individuais, cocaína suficiente para 13.102 doses individuais e haxixe para 2.276 doses.

A PSP apreendeu ainda 15 mil euros em numerário e "seis carros de gama média".

Os detidos tinham um "estilo de vida descontraído" e apresentavam alguns sinais de riqueza para quem é desempregado e eram classificados como indivíduos "alguma perigosidade", acrescentou o comissário.
gaia droga detenção
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)