Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Detidos três suspeitos de furto em residência em Pombal

Detidos têm entre 20 e 41 anos e residem no Entroncamento.
Lusa 14 de Maio de 2022 às 12:23
GNR
GNR FOTO: CMTV
A Guarda Nacional Republicana (GNR) anunciou este sábado a detenção de três homens, com idades entre 20 e os 41 anos, suspeitos de furto no interior de uma residência no concelho de Pombal, distrito de Leiria.

Em comunicado, o Comando Territorial de Leiria da GNR explica que na sequência "de uma investigação que decorria desde janeiro, por vários furtos em interior de residências que ocorreram nos concelhos de Pombal, Ansião, Coimbra, Tomar e Ourém, os militares da Guarda levaram a cabo diligências policiais que culminaram com a identificação e localização dos suspeitos enquanto realizavam um furto em residência, motivo que levou às suas detenções em flagrante", na freguesia de Almagreira.

A GNR adianta que, "no seguimento da ação, foi dado cumprimento a oito mandados de busca, três domiciliárias e cinco em veículos, das quais resultou a apreensão de diversos artigos em ouro, relógios e dois televisores, bem como artigos provenientes dos furtos perpetrados".

Os detidos, com antecedentes criminais por crimes da mesma natureza, foram presentes a primeiro interrogatório no Tribunal Judicial de Leiria na sexta-feira, tendo sido determinada a um a medida de coação de prisão domiciliária.

Aos outros dois suspeitos foram-lhes decretadas medidas de coação de proibição de contactos e de ausência do concelho de residência, e apresentações bissemanais no posto policial da área de residência, acrescenta o comunicado.

Fonte da GNR esclareceu à Lusa que os arguidos, detidos na quarta-feira, residem no Entroncamento, distrito de Santarém, e são suspeitos, neste inquérito, de seis furtos.

Esta ação, através do Núcleo de Investigação Criminal de Pombal, contou com o reforço de militares da estrutura de Investigação Criminal do Comando Territorial de Leiria, de Coimbra e de Santarém, e com o apoio da Polícia de Segurança Pública.

Ver comentários