Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Dezoito anos e meio de cadeia para bombeiro que matou amante em Moimenta da Beira

Carlos Loureiro disferiu pelo menos sete facadas em Marina Fernandes.
Correio da Manhã 12 de Dezembro de 2019 às 16:55
Carlos Loureiro, bombeiro, atacou amante à facada
Marina Fernandes tinha 25 anos
Carlos Loureiro, bombeiro, atacou amante à facada
Marina Fernandes tinha 25 anos
Carlos Loureiro, bombeiro, atacou amante à facada
Marina Fernandes tinha 25 anos
O Bombeiro que matou a amante em Moimenta da Beira foi, esta quinta-feira, condenado a 18 anos e meio de cadeia.

Carlos Loureiro, que desferiu pelo menos sete facadas em Marina Fernandes, começou a ser julgado em novembro deste ano.

As pelo menos sete facadas desferidas pelo bombeiro na vítima foram de tal forma violentas que lhe "provocaram a rutura do esófago, bem como a laceração quase total da laringe", segundo a acusação do Ministério Público consultada pelo CM.

Recorde-se que o crime aconteceu a 31 de janeiro na casa de Marina, em Moimenta da Beira. Os dois discutiram por causa do relacionamento sexual secreto que mantiveram e por desconfianças de uma eventual gravidez. Carlos pegou numa faca de cozinha e matou a jovem de 25 anos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)