Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

DGV SOB INVESTIGAÇÃO

A Direcção geral de Viação (DGV) enviou, nos primeiros 6 meses de 2003, 18 denúncias sobre alegados actos ilícitos relacionados com os serviços das escolas de condução para o Ministério Público e Polícia Judiciária (PJ).
15 de Julho de 2003 às 13:51
Estas denúncias vêm juntar-se aos 12 processos disciplinares levantados desde 2001. Em causa está a falsificação de cartas de condução, corrupção e fraude na obtenção de licenças de condução, actos ilícitos relacionados com centros de Inspecções Periódicas Obrigatórias de veículos e com centros de exame.
António Nunes, director-geral de Viação, referiu que a DGV instituiu uma equipa de fiscalização dos centros de exame e um Núcleo de Assuntos Internos para controlar os centros de exames e de inspecções de veículos, num esforço para o combate esta onda de corrupção.
Entretanto, o Governo está a estudar a criação de uma entidade única para proceder aos exames da carta de condução, o que possibilitaria o corte na ligação entre as escolas e os centros de exame. Esta medida, integrada no Plano Nacional de Prevenção Rodoviária (PNPR), poderá ser anunciada até ao final do ano.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)