Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Diana Fialho e Iuri julgados a partir de 4 de julho

Em tribunal por matarem professora no Montijo.
Sofia Garcia 14 de Junho de 2019 às 01:30
A carregar o vídeo ...
Em tribunal por matarem professora no Montijo.
Diana Fialho e Iuri Mata estão quase a sentar-se no banco dos réus. A primeira sessão de julgamento do casal, acusado de matar a professora do Montijo, está marcada para 4 de julho.

Caberá a um coletivo de juízes do Tribunal Judicial de Almada julgar o casal, em processo de divórcio, e com defesas separadas.

Há cerca de um mês, Diana e Iuri viram negado o pedido de nulidade da acusação, pelo juiz de instrução criminal do Tribunal do Barreiro, que decidiu pronunciar os arguidos por homicídio qualificado e profanação de cadáver.

Diana Fialho passa os dias na prisão a fazer tapetes de arraiolos e a ver televisão
A decisão do juiz Carlos Delca teve por base as provas recolhidas pela Judiciária de Setúbal, como o sangue da vítima na casa no Montijo, os fotogramas do casal a comprar um isqueiro e gasolina numa estação de serviço e os vestígios de terra no calçado de Iuri e Diana, coincidentes com o terreno em Pegões, onde o corpo da professora de Físico-Química foi encontrado, carbonizado.

O crime aconteceu a 2 de setembro de 2018.

Amélia Fialho, 59 anos, foi morta à martelada pela filha adotiva e pelo genro. Casal tinha medo de perder a herança da vítima.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)