Diretor de pediatria do Garcia de Orta critica contratação de médicos em prestação de serviços

No final de março, a Ordem dos Médicos alertou para o risco de a urgência pediátrica encerrar em alguns dias de abril devido à falta de especialistas.
15.04.19
  • partilhe
  • 0
  • +
O diretor do serviço de pediatria do Hospital Garcia de Orta, em Almada, no distrito de Setúbal, criticou esta segunda-feira a administração por contratar pediatras em regime de prestação de serviços, para colmatar a falta de especialistas na urgência.

"Vir alguém chefiar uma equipa de um hospital que não conhece é uma solução que não é aceitável, que eu nunca propus e não quero validar", disse Anselmo Costa, que se encontra demissionário desde outubro de 2018, em declarações à agência Lusa.

Segundo o médico, neste sábado estiveram ao serviço dois especialistas, um dos quais foi interno no Garcia de Orta e uma médica do Hospital Dona Estefânia, que "não conhece os serviços, os hábitos e a forma de funcionar".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!