Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

DJ Mastiksoul avança com recurso após condenação por violência doméstica

“A minha família e em especial os meus filhos merecem ser protegidos”, pediu o músico.
Correio da Manhã 22 de Julho de 2021 às 08:51
DJ Mastiksoul obrigado a frequentar 
programas 
de reabilitação para agressores
DJ Mastiksoul obrigado a frequentar 
programas 
de reabilitação para agressores FOTO: O músico DJ, Mastiksoul.
Condenado a uma pena de prisão suspensa de dois anos e três meses pelo crime de violência doméstica contra a ex-companheira e mãe do filho, o músico Mastiksoul (Fernando Figueira) está impedido de se aproximar da ex-companheira até 500 metros e foi obrigado a frequentar um curso de reabilitação de agressores de vítimas de violência doméstica.

“O processo que se encontra em fase de recurso, vigorando até ao trânsito em julgado da decisão final o princípio da presunção de inocência, direito que me assiste, aguardando serenamente pela decisão que venha a ser proferida pelos Tribunais Superiores”, defendeu-se o DJ nas redes sociais, acrescentando: “A minha família e em especial os meus filhos menores merecem ser protegidos e ter uma vida emocionalmente estável.”

Recorde-se que Mastiksoul tornou-se, em 2017, uma voz ativa pelos direitos das mulheres, ao apresentar ‘Livre’, com voz da fadista Mariza. Nas últimas semanas, Mastiksoul foi arrasado depois de ter aceitado compor o hino da candidatura de Suzana Garcia à Câmara Municipal da Amadora.

Mastiksoul Fernando Figueira DJ questões sociais artes cultura e entretenimento maus-tratos política música
Ver comentários