Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Docentes querem ser mais ouvidos

O Sindicato dos Professores da Zona Norte (SPZN) quer que “os docentes sejam mais ouvidos pelo Governo, em vez de serem sacrificados com as reformas da educação, cuja única preocupação tem sido a de poupar a todo o custo através de uma política reducionista”.
6 de Maio de 2007 às 00:00
Professores reuniram-se na Exponor
Professores reuniram-se na Exponor FOTO: José Rebelo
Segundo o presidente do SPZN, João Dias da Silva, “os professores precisam de ser acarinhados pelo seu trabalho e ter um estatuto da carreira docente que privilegie a parte pedagógica e não tarefas burocráticas e administrativas, que só os afastam das suas verdadeiras funções: dar aulas no dia-a-dia”.
“Estamos contra os compadrios e a discricionaridade a que assistimos com frequência nos concursos para os professores”, referiu Dias da Silva, manifestando-se “contra todo o tipo de critérios subjectivos que permitem tais situações e só conduzem a injustiças”.
Dias da Silva falava no X Congresso Extraordinário do SPZN, em que foram adaptados os estatutos ao novo Código do Trabalho, com participação de meio milhar de professores deste sindicato.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)