Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

DOIS ANOS A ABUSAR DA FILHA

A Polícia Judiciária de Lisboa deteve, quarta-feira, um homem de 41 anos de idade suspeito de ter abusado sexualmente de uma filha, uma menor agora com 16 anos. Os abusos, efectuados com recurso a ameaça de represálias, ocorreram ao longo dos últimos dois anos.
4 de Setembro de 2004 às 00:00
O alegado abusador está em prisão preventiva. Segundo a Judiciária, a vítima apenas agora é que denunciou o caso por receio da consumação das represálias com que o pai a ameaçava, factor que a fez manter o silêncio ao longo dos últimos dois anos.
A PJ explicou ontem em comunicado que, face aos indícios para já recolhidos, o homem submeteu a vítima à práctica de “vários actos de cariz sexual”, sem especificar. O homem usaria ainda o seu ascendente sobre a vítima para a obrigar aos actos sexuais.
Vítima e suspeito residem nos arredores de Lisboa, ao que tudo indica num quadro de carências económicas. O alegado pai abusador foi ainda anteontem presente a primeiro interrogatório judicial em tribunal.
O juiz decidiu que o suspeito irá aguardar o desenvolvimento do inquérito judicial em situação de prisão preventiva.
Só na última semana foram detidos três homens indiciados por abuso sexual de menores, e um outro permanece sob investigação pela suspeita do mesmo crime.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)