Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Dois anos de prisão por roubar cobre

Um homem de 35 anos, desempregado e com um filho, foi condenado a dois anos de prisão efectiva por roubar fio de cobre e conduzir sem carta, de acordo com um acórdão do Tribunal Judicial de Setúbal.
23 de Dezembro de 2011 às 01:00
Condenado em Setúbal
Condenado em Setúbal FOTO: Mariline Alves

O arguido foi acusado de co-autoria material do crime de furto qualificado por cortar e roubar 350 metros de fio de cobre, de traçado aéreo, pertencente à PT Telecomunicações. A PT diz que esta é a primeira condenação a pena de prisão efectiva por roubo de cabos de telefone da empresa.

O arguido foi condenado a dois anos de prisão efectiva, em cúmulo jurídico – dos crimes de furto e de condução sem carta –, por ter antecedentes criminais, tendo já no passado cumprido pena de prisão, sem que esta o tenha "demovido de continuar a praticar crimes de idêntica natureza", concluiu o colectivo do Tribunal de Setúbal.

ROUBO FURTO COBRE SETÚBAL
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)