Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Dois detidos por exercício ilícito de segurança privada em café

A Polícia Judiciária (PJ) identificou e deteve dois homens por exercerem, de forma ilícita, a actividade de segurança privada num café e snack-bar do Porto.

6 de Outubro de 2011 às 14:45

Os indivíduos foram detidos em flagrante delito, no interior do estabelecimento, sendo que as autoridades suspeitam que estes sejam membros de um vasto grupo investigado pela PJ há mais de um ano pelos crimes de associação criminosa, ofensas à integridade física agravada contra um agente de autoridade, posse e tráfico de armas, extorsão, ameaças e exercício ilegal da actividade de segurança privada.

Durante esta investigação foram detidos, a 18 de Maio, 23 homens e 2 mulheres, com idades compreendidas entre os 20 e os 50 anos, alguns dos quais sem qualquer actividade profissional definida e outros ligados à comercialização e distribuição de produtos de origem piscícola.

“Considerando o limite máximo da pena abstractamente aplicável aos crimes de exercício ilícito da actividade de segurança privada pelos quais os dois homens foram agora detidos, ambos acabaram por ser restituídos à liberdade e notificados para se apresentarem voluntariamente às competentes autoridades judiciárias para efeitos de eventual interrogatório judicial e sujeição a adequadas medidas de coacção”, refere o comunicado da PJ.

porto café detenção segurança privada
Ver comentários