Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Dois guardas acusados

Dois guardas do Estabelecimento Prisional de Leiria estão acusados pelo Ministério Público do crime de omissão de auxílio a um recluso que se matou por enforcamento em Julho de 2005.
20 de Maio de 2009 às 00:30

O preso foi transferido da cadeia de Custóias (Porto), mas uma alegada falha na transmissão de informação fê-lo chegar a Leiria sem a indicação de que estava integrado num programa de tratamento com metadona. O recluso, de 20 anos, terá avisado os guardas e os médicos de que estava a ressacar e precisava do fármaco com urgência. Perante o desespero e nervosismo do jovem, o médico reforçou-lhe a medicação.

Mas, na manhã de 4 de Julho, o recluso improvisou um cordão com tiras do lençol e suicidou-se. O pai da vítima queixou-se às autoridades e o caso seguiu para tribunal, estando neste momento em fase de debate instrutório. Além dos guardas foram constituídos mais cinco arguidos.

Ver comentários