Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Dois roubos com arma de plástico

Um homem de 35 anos, empunhando uma pistola de plástico, é suspeito de ter efectuado, anteontem, dois assaltos à mão armada em Olhão. Acabaria por ser detido, às 21h30, pela PSP, após perseguição a pé.
2 de Outubro de 2011 às 01:00
Humberto Francisco fez frente ao assaltante, mas foi agredido e ficou sem 590 euros
Humberto Francisco fez frente ao assaltante, mas foi agredido e ficou sem 590 euros FOTO: Luis Costa

Cerca das 12h30, o homem assaltou a delegação do BPI, perto da EN125. Ameaçou um funcionário com a pistola e levou uma importância em dinheiro cujo montante não foi revelado. Algumas horas depois, às 20h10, exibindo de novo a falsa pistola, assaltou o quiosque Bairro 23 de Setembro e, depois de agredir o proprietário, fugiu com 590 euros.

"Estava sozinho no quiosque, às 20h10, e o indivíduo tentou entrar pela porta das traseiras, mas não conseguiu", contou ao CM, Humberto Francisco, dono do estabelecimento. "Veio então pela frente e exibiu a pistola, dizendo que não me fazia mal mas que queria algum dinheiro", acrescentou, afirmando ainda: "Vi logo que a arma era falsa, peguei num ferro que uso para segurar os jornais e enfrentei-o." O ladrão agrediu-o na cara, provocando-lhe ferimentos, e fugiu com o dinheiro da caixa.

A PSP foi alertada e veio a descobrir o suspeito, já referenciando em assaltos tanto em Olhão como em Tavira, na "casa de uma amiga", pelas 21h00, explica a polícia. Sentindo-se cercado, o homem fugiu pelas varandas, perseguido pela PSP, e refugiou--se numa outra casa, onde estava uma mulher com as duas filhas. Esta conseguiu abrir a porta à PSP, que deteve o ladrão. Na sua posse tinha ainda 35o € e 30 doses individuais de heroína.

olhão assalto algarve arma de plástico
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)