Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Dor da família na espera de respostas

O mistério no qual estão envoltas as circunstâncias da morte de Daniel Bessa, o jovem de 17 anos que apareceu morto numa piscina particular, na passada sexta-feira em Ordem, Lousada, continua a deixar familiares sem descanso.

24 de Junho de 2009 às 00:30
O último adeus foi doloroso
O último adeus foi doloroso FOTO: Alexandre Panda

Ontem, no funeral do jovem, familiares, professores e amigos prestaram uma última homenagem ao rapaz que morreu em circunstâncias que só a autopsia poderá determinar. 'Estamos a aguardar os resultados, mas continuamos a pensar que a história está mal contada. Havia sangue na roupa e ele não sabia nadar. O que é que ia fazer sozinho para uma piscina?', perguntava-se ontem José Sousa, tio e padrinho do estudante.

A dor da morte do jovem, que tinha a vida inteira pela frente, era bem visível nos rostos dos familiares que ontem se juntaram na igreja de Covas, em Lousada.

Ver comentários