Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Droga desaparece do quartel da BT

Droga apreendida a dois suspeitos de tráfico desapareceu do quartel da Brigada de Trânsito da GNR em Albufeira. Trata-se de heroína e cocaína suficientes, respectivamente, para 600 e 200 doses individuais, cuja falta foi detectada ontem de manhã, quando os militares se preparavam para apresentar os suspeitos a tribunal e entregar todo o material de prova recolhido.
22 de Janeiro de 2008 às 00:00
Segundo o CM apurou, a situação suscitou compreensível alarme no quartel da BT em Albufeira. Ao longo de todo o dia de ontem, militares, com o auxílio de cães, bateram exaustivamente as instalações, mas sem sucesso. Ainda assim, a BT não acredita, para já, na possibilidade de crime: “Não há quaisquer vestígios de arrombamento, pelo que não pensamos que a droga tenha sido furtada”, referiu ao CM o comandante interino do Destacamento de Albufeira da BT, tenente Rui Fernandes.
O mesmo responsável garantiu, contudo, que a situação “vai ser investigada” e apuradas eventuais responsabilidades.
A droga em causa foi colocada dentro de um envelope e deixada à guarda de um militar, o qual, por sua vez, a deveria ter depositado no cofre do quartel. Admite-se, contudo, que tal nunca tenha chegado a acontecer e que a heroína e cocaína se tenham extraviado antes disso. “O cofre é seguro e só um militar tem a chave”, esclareceu o comandante Rui Fernandes, que admitiu a possibilidade de o envelope com a droga “ter caído ou ter sido trocado e colocado, por engano, noutra secção”.
Os dois suspeitos foram, ainda assim, presentes a tribunal, que determinou a sua prisão preventiva.
PORMENORES
CÃES
Cães especializados na detecção de droga, da GNR, foram ontem utilizados nas buscas desenvolvidas no interior do quartel da BT de Albufeira, com vista a localizar o estupefaciente desaparecido. Sem resultado.
PRESOS
Os dois presumíveis traficantes, a quem a BT tinha apreendido a droga referida, foram ontem presentes a tribunal e ficaram a aguardar julgamento em prisão preventiva. A BT tinha testemunhas e fotos como prova.
PROCESSO
O desaparecimento da droga poderá levar à abertura, por parte da Brigada de Trânsito/GNR, de um processo disciplinar e/ou processo-crime contra eventuais responsáveis pela situação, esclareceu ao CM fonte judicial.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)