Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Drones a investigar acidentes de viação

Projeto envolve a PSP e a UTAD.
21 de Abril de 2016 às 14:29
Ainda não existe uma data para a implementação do projeto
Ainda não existe uma data para a implementação do projeto FOTO: Reuters
A PSP e a Universidade de Trás-os-Montes e Vila Real estão a desenvolver um "projeto inovador" com vista à utilização de drones na investigação de acidentes de viação, anunciou hoje o comandante distrital desta polícia.

O superintendente Vítor Barros Soares, comandante distrital da PSP de Vila Real, referiu que o novo método de investigação de acidentes de viação é baseado na utilização de drones (veículos aéreos não tripulados) de pequenas dimensões e de baixo peso.

A tecnologia está a ser desenvolvida por investigadores da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD).

"Trata-se de uma solução completa, concebida para extrair, através de deteção remota, informação do local da ocorrência que permita a reconstrução e avaliação do acidente de viação", explicou o responsável, durante a cerimónia de comemoração do 133.º aniversário da PSP de Vila Real.

Obter imagens imediatas do acidente
O responsável disse que se pretende, através das câmaras incorporadas no drone, obter uma imagem imediata do acidente, por via área, o que permite retirar logo os carros do local e não se perder tanto tempo em medições.

"Inclusive para reconstituição em tribunal, uma imagem daquelas é muito melhor do que o croqui feito pelo elemento policial que vai tomar conta da ocorrência", sublinhou.

Vítor Barros Soares referiu que o sistema em estudo "oferece uma gama de ferramentas, com base em imagens aéreas, possibilitando às equipas de investigação de acidentes as ferramentas de recolha de indícios (provas) necessárias para reduzir o tempo e os recursos necessários ao processo de levantamento e de recolha de informação".

Através deste projeto espera-se uma "diminuição, significativa do tempo de investigação no local, uma poupança em recursos humanos, a diminuição da perturbação dos normais fluxos de tráfego e a preservação da informação para memória futura".

"Justifica-se plenamente este investimento em vários capítulos", salientou.

Primeiros testes já foram realizados
Os primeiros testes com os drones foram feitos há cerca de uma semana, mas ainda não há previsões de quando o projeto será implementado.

Vítor Barros Soares fez ainda um balanço da criminalidade nas cidades de Vila Real e de Chaves e referiu que, em 2015, foram registadas 1.313 ocorrências criminais, o que representa "uma ínfima percentagem de 0,7%, das ocorrências registadas a nível nacional".

A maior parte das ocorrências contabilizadas são crimes contra o património, seguidos pelos crimes contra as pessoas e crimes contra a vida em sociedade. As grandes preocupações estão direcionadas para a violência doméstica, furtos e o excesso de álcool.
PSP Universidade de Trás-os-Montes e Vila Real drones acidentes de viação questões sociais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)