Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Mulheres morrem esmagadas por autocarro em Matosinhos

Três crianças entre cinco feridos após acidente violento.
Ana Isabel Fonseca e Manuel Jorge Bento 22 de Janeiro de 2019 às 01:30
Dois mortos e cinco feridos, três dos quais crianças, em violento acidente em Matosinhos
Dois mortos e cinco feridos, três dos quais crianças, em violento acidente em Matosinhos
Dois mortos e cinco feridos, três dos quais crianças, em violento acidente em Matosinhos
Dois mortos e cinco feridos, três dos quais crianças, em violento acidente em Matosinhos
Dois mortos e cinco feridos, três dos quais crianças, em violento acidente em Matosinhos
Dois mortos e cinco feridos, três dos quais crianças, em violento acidente em Matosinhos
Dois mortos e cinco feridos, três dos quais crianças, em violento acidente em Matosinhos
Dois mortos e cinco feridos, três dos quais crianças, em violento acidente em Matosinhos
Dois mortos e cinco feridos, três dos quais crianças, em violento acidente em Matosinhos
Dois mortos e cinco feridos, três dos quais crianças, em violento acidente em Matosinhos
Dois mortos e cinco feridos, três dos quais crianças, em violento acidente em Matosinhos
Dois mortos e cinco feridos, três dos quais crianças, em violento acidente em Matosinhos
Uma colisão entre dois autocarros (Valpi e Resende) e três carros provocou dois mortos e cinco feridos, esta segunda-feira às 19h34, no cruzamento das ruas 5 de Outubro e da Estação Velha, em S. Mamede de Infesta, Matosinhos.

As vítimas mortais, duas mulheres, iam num carro que ficou esmagado debaixo da viatura da Valpi.

Três menores sofreram ferimentos ligeiros, dois adultos foram hospitalizados em estado grave e o motorista da Valpi recebeu apoio psicológico.

O acidente ocorreu junto a uma passadeira elevada, que está em obras devidamente sinalizadas, garante a Proteção Civil municipal, sublinhando que o limite de velocidade naquela zona é de 20 km/h.

"Temos de ter muito cuidado na extração do carro. As duas vítimas mortais ainda estão por baixo do autocarro. O cenário é aquele que nós vemos, ainda é muito cedo para percebermos as causas do acidente", disse Gilberto Gonçalves, comandante dos bombeiros de São Mamede de Infesta, na altura da complicada operação de remoção dos veículos envolvidos.

No local do acidente estiveram 60 operacionais e 11 veículos, segundo o CDOS do Porto.

A estrada, numa zona urbana de São Mamede de Infesta, foi reaberta por volta da 01h00.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)