Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

“É brincadeira de mau gosto”

Só espero que ele não fique com sequelas. Queremos descobrir quem fez esta brincadeira de mau gosto e que se faça justiça." O comentário, revoltado, é de Frederico dos Santos, pai de João Pedro, de 15 anos, residente em Caminha, que está internado no Hospital de São João, no Porto, depois do rebentamento de um aneurisma no cérebro. O estado de saúde do menor agravou-se quando recebeu um telefonema falso a anunciar a morte do pai.
28 de Janeiro de 2012 às 01:00
Frederico dos Santos, pai de João Pedro, à porta das urgências do Hospital de São João
Frederico dos Santos, pai de João Pedro, à porta das urgências do Hospital de São João FOTO: Maria João Marques
"Suponho que foi alguém que já sabia da doença da criança [que tem o aneurisma desde a infância]. Não se brinca com essas coisas", acrescentou o avô do menor, Vítor Santos. João Pedro recebeu, na semana passada, um telefonema de um número anónimo – e alguém avisou o menino de que o pai, operário da construção civil a trabalhar em França, tinha sofrido um acidente. O rapaz ficou abalado, mas na altura não revelou nada à mãe, que já está divorciada do pai.

"Na quarta-feira estava na escola e alguém ligou a dizer que o pai tinha morrido", disse o avô. O rapaz não aguentou a emoção e o aneurisma rebentou. "Está nas urgências, debaixo de sedativos, enquanto lhe tiram o sangue coagulado. O importante é que fique bem. Depois vamos apresentar queixa", diz o pai.

ANEURISMA BRINCADEIRA COMA DOENÇA CAMINHA
Ver comentários