Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

“Ele por pouco não me matou”

"Parecia o fim do mundo. Aquilo fez um estrondo tão grande, que eu pensei que era um terramoto", disse ao CM, ainda não refeita do susto, Fernanda Valente, de 62 anos, dona da casa em Vizela, onde um carro embateu, ontem de madrugada. O condutor, de 22 anos, abandonou o Smart e fugiu noutra viatura. Ontem de manhã entregou-se à GNR de Vizela. "Se tinha batido um metro mais à frente... Ele por pouco não me matou", sublinha a mulher.
17 de Janeiro de 2011 às 00:30
Fernanda Valente ficou com a casa de banho completamente desfeita devido ao carro, que bateu na parede do apartamento onde vive, abrindo um buraco
Fernanda Valente ficou com a casa de banho completamente desfeita devido ao carro, que bateu na parede do apartamento onde vive, abrindo um buraco FOTO: Fátima Vilaça

O incidente aconteceu cerca das 03h00 de ontem. Fernanda Valente foi acordada pelo estrondo do carro que lhe destruiu a parede da casa de banho. "Quando me levantei, sem perceber o que se tinha passado, já tinha o quarto cheio de água, ainda tentei abrir a porta da casa de banho e foi quando percebi que estava tudo desfeito", contou a mulher, que ainda não teve tempo de fazer contas aos estragos, mas calcula que o valor seja elevado.

Quando Fernanda chegou à rua, já os vizinhos estavam a tentar perceber o que se tinha passado, mas o carro já estava vazio. "Um vizinho disse-me que viu sair dois rapazes, que entraram logo noutro carro que parou atrás e arrancou a grande velocidade", relatou a artesã, ainda em sobressalto.

A GNR foi chamada ao local e já por volta das 05h00 o Smart foi removido para o posto de Vizela, onde permanecia ontem à tarde.

A proprietária espera para hoje uma visita da seguradora, mas já admite que, se entretanto o problema não se resolver, terá de se mudar para uma pensão. "Não tenho condições para cá morar sem água e com um buraco na parede", sublinhou.

DESPISTOU-SE POR CAUSA DE GATO

De acordo com o que o CM apurou, o dono do carro foi entregar-se à GNR ontem de manhã. O jovem, com apenas 22 anos, residente em Vizela, terá dito que se despistou porque um gato se atravessou no seu caminho e, como ficou assustado, decidiu abandonar o local.

O desportivo Smart ficou com a frente totalmente desfeita. Ontem à tarde continuava parado no parque do posto da GNR de Vizela.

ACIDENTE DESPISTE VIZELA
Ver comentários