Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Emboscada e agredida em casa fica sem ouro

Mulher de 60 anos ficou sem várias peças e teve de receber tratamento no hospital
28 de Maio de 2013 às 01:00

Quando M., 60 anos, chegou ao prédio onde vive sozinha na noite de sexta--feira, na rua Portugal Durão, Lisboa, já tinha dois homens à espera, pouco depois das 21h00. Estavam encapuzados e não deram hipótese de reação à mulher – que ficou sem várias peças de ouro. A vítima foi empurrada com violência para dentro de casa e brutalmente agredida.

Ao que o CM apurou, junto de alguns vizinhos, a mulher costuma usar brincos, pulseiras e fios de ouro. A polícia suspeita que os dois homens já tinham o plano traçado. Segundo o relato da vítima às autoridades, os dois assaltantes, apesar da violência exercida sobre a mulher, não terão utilizado armas de fogo. Depois de baterem na vítima, fugiram e não voltaram a ser vistos naquela zona.

A PSP está a acompanhar o caso. A vítima voltou ontem ao Hospital de Santa Maria para receber tratamento médico. E depois não quis prestar declarações sobre o caso. "Como ela vive no terceiro andar fica mais isolada. Eu não me apercebi de que ela tivesse gritado. Já muitas pessoas a tinham avisado que não devia andar com tantas peças de ouro. Ainda por cima vive sozinha e toda a gente aqui a conhece. Todos sabem onde vive e por isso não convém andar a mostrar artigos de ouro", disse ao CM um vizinho.

No hospital, onde foi assistida, a mulher apresentava vários ferimentos no peito, uma vez que os dois homens lhe arrancaram um fio de ouro com extrema violência. A mulher recebeu tratamento médico durante toda a manhã de ontem e teve depois alta.

AGRESSÃO ROUBO FURTO OURO LISBOA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)