Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Emboscada para matar o irmão

O homem que matou o irmão em Vila Chã de Ourique, Cartaxo, terá esperado que a vítima espreitasse por detrás da carrinha onde estava escondida para a atingir com um tiro certeiro na cara. Esta é a conclusão da PJ, segundo o depoimento de um dos inspectores ontem no Tribunal do Cartaxo.
23 de Setembro de 2011 às 01:00
O arguido, Artur Bonito
O arguido, Artur Bonito FOTO: Carlos Barroso

O arguido, Artur Bonito, de 61 anos, responde por dois crimes de homicídio qualificado, um na forma consumada e outro na forma tentada, e dois de detenção ilegal de arma. Na sequência de uma discussão por causa de dívidas e partilhas matou, a 3 de Janeiro deste ano, o irmão Hélder, de 50 anos, com um tiro de caçadeira, municiada com um cartucho de bala.

De seguida, disparou sobre a cunhada, Maria Luísa, de 49 anos, com uma pistola ilegal de calibre 6.35 mm. A mulher fugia quando foi baleada pelas costas, mas sobreviveu, apesar dos ferimentos.

EMBOSCADA HOMICÍDIO CARTAXO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)