Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

EMIGRANTE EXECUTADO EM LOJA DE JOANESBURGO

“Levaram tudo e levaram-lhe também o bem mais precioso: a vida”. O Padre Carlos Gabriel, do Foro Português Contra o Crime, em declarações ao Correio da Manhã, terminou desta forma o relato - “mais um” - da morte de um emigrante português na África do Sul.
21 de Julho de 2003 às 00:00
Jordão Vicente Martins é, desde sábado à noite, o oitavo nome na lista de portugueses assassinados este ano naquele país. Foi morto com quatro tiros disparados à queima-roupa em Joanesburgo.
“Ele estava na loja quando entraram vários ladrões fazendo-se passar por clientes e exigiram que fosse entregue todo o dinheiro. Depois, executaram-no”, descreveu o Padre Gabriel, pároco da Igreja de Nossa Senhora de Fátima, em Benoni, Joanesburgo.
“Conhecia-o muito bem, assim como às meninas”, disse o Padre Gabriel. De 51 anos, Jordão Vicente Martins - natural de Arco de S. Jorge, na Madeira, e radicado há vários anos na África do Sul - frequentava a paróquia de Benoni, assim como as três filhas, de 17, 13 e 10 anos, que ali tinham aulas de catequese.
A família Martins residia na zona de Kampton Park, perto do aeroporto internacional de Joanesburgo, onde explorava uma loja de comida rápida. De acordo com Joe Quintal, representante da comunidade Madeirense na África do Sul, o assalto terá ocorrido pelas 23h00. “Os assaltantes levaram o dinheiro, os telemóveis, dele e dos empregados, e também os cartões de telefone. Depois, dispararam quatro tiros à queima-roupa”, contou Joe Quintal.
O crime terá sido testemunhado por funcionários do estabelecimento e também por alguns clientes que, àquela hora, se encontravam no interior. No entanto, nenhuma fonte confirmou ao CM que tivesse existido qualquer tipo de resistência por parte dos presentes ou mesmo do emigrante português executado. “Isso não se sabe.Infelizmente, ele também já não vai poder contar”, lamentou o Padre Carlos Gabriel.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)