Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Emigrante lusa morta à facada

Violência usada pelo homicida chocou família e toda a comunidade da zona de Nantes
24 de Maio de 2013 às 01:00
O corpo de Sónia Margarida Antunes (foto peq.) foi sepultado ontem em Vale Couço, Santa Comba Dão. Estava emigrada há 10 anos na zona de Nantes
O corpo de Sónia Margarida Antunes (foto peq.) foi sepultado ontem em Vale Couço, Santa Comba Dão. Estava emigrada há 10 anos na zona de Nantes FOTO: Luís Oliveira

Uma jovem portuguesa, emigrante há mais de 10 anos na zona de Nantes, em França, foi assassinada à facada pelo marido num contexto de violência doméstica supostamente provocada por ciúmes. O corpo de Sónia Marga-rida Antunes, de 28 anos, chegou ontem de manhã a Vale Couço, em Santa Comba Dão, on- de depois se realizou o funeral.

Segundo apurou o CM, o crime ocorreu na madrugada de segunda-feira, na habitação do casal. A emigrante e o marido, de nacionalidade francesa, terão tido uma violenta discussão. A certa altura o homem pegou numa faca e desferiu vários golpes no corpo da mulher. A violência usada pelo suspeito chocou não só os familiares da vítima, que também residem naquela zona de França, como a comunidade em geral. "A minha irmã morreu de forma muito violenta. Não quero dizer mais nada", desabafou ao CM a irmã da vítima, salientando que a família "está em choque". O suspeito foi detido pela polícia francesa e vai aguardar julgamento na prisão.

Ontem, em Vale de Couço, familiares e amigos choravam a morte da jovem. "Morreu tão nova", desabafou, Gracinda Miranda, prima da vítima. A jovem deixou órfãos de mãe um casal de filhos, de seis e oito anos.

violência emigrante morte facada frança assassinada marido
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)