Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Emigrante que alvejou GNR indiciado de homicídio

O homem que na noite de sábado alvejou com disparos de caçadeira quatro militares da GNR, em São Miguel d’Acha, Idanha-a-Nova, poderá vir a ser acusado de quatro crimes de homicídio na forma tentada.
27 de Novembro de 2012 às 01:00
O suspeito voltou para junto da GNR de moto quatro e armado
O suspeito voltou para junto da GNR de moto quatro e armado FOTO: Edgar Martins

Tomé Furtado, de 65 anos, ex--emigrante em França, que foi buscar a arma quando foi intimado a fazer o teste do álcool, vai ser hoje presente ao juiz do Tribunal de Idanha-a-Nova e conhecer as medidas de coacção.

Ontem, a Associação dos Profissionais da Guarda exigiu "medidas urgentes" ao Governo lamentando que "a actual moldura penal não permita uma actuação célere que tenha um efeito dissuasor da prática de crimes contra agentes da autoridade". Dois dos militares baleados ainda estão hospitalizados.

IDANHA-A-NOVA GNR MILITARES EMIGRANTE TIROS
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)