Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Empresário português preso com 100 quilos de ouro no Quénia

João Carlos Ramalho Ferreira foi detido no Aeroporto de Nairobi.
João Carlos Rodrigues 10 de Janeiro de 2022 às 08:23
João Ferreira foi detido
João Ferreira foi detido FOTO: Direitos Reservados
Um empresário português foi detido no Aeroporto de Nairobi, no Quénia, por contrabando de ouro.

João Carlos Ramalho Ferreira – um alegado ex-agente de futebolistas natural de Sintra mas que se radicou na Hungria – foi apanhado com 100 quilos de ouro provenientes da República Democracia do Congo e que tentava enviar para Budapeste. O ouro, em estado ‘bruto’, valeria cinco milhões de euros.

De acordo com as autoridades quenianas, o empresário português de 67 anos fez entrar o ouro no país através do Burundi, depois de abrir uma empresa com a ajuda de um advogado local. Na origem da ‘remessa’ estará um general congolês procurado pelo homicídio de ativistas dos direitos humanos.
Aeroporto de Nairobi Quénia tráfico ouro empresário português
Ver comentários
}