Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Empresário condenado por abusar de neta

Abusos ocorreram em casa do pedófilo e começaram quando a vítima tinha 10 anos.
Isabel Jordão 6 de Dezembro de 2014 às 11:12
Os abusos decorreram entre 2009 e 2012
Os abusos decorreram entre 2009 e 2012 FOTO: Ricardo Cabral

Um empresário da Marinha Grande, da indústria dos moldes para plástico, foi ontem condenado a uma pena de cinco anos de cadeia, suspensa por igual período, por ter abusado sexualmente de uma neta durante três anos. O arguido, de 75 anos, já aposentado, foi ainda condenado pelo Tribunal da Marinha Grande a indemnizar a vítima em 15 mil euros, no prazo de um ano, e a seguir um plano de reinserção social a definir pela Direção-Geral de Reinserção Social e Serviços Prisionais.

Os abusos decorreram entre 2009 e 2012, quando a vítima tinha entre 10 e 12 anos, e durante as visitas que fazia a casa dos avós, na Marinha Grande. Só terminaram quando a menina contou à mãe, que denunciou o caso às autoridades.

Em tribunal ficou provado que o arguido abria o fecho das calças e se masturbava em frente à neta, enquanto lhe tocava nas pernas, seios e vagina. Numa das ocasiões, tentou ainda introduzir-lhe o pénis na vagina, não conseguindo. Também a obrigou a masturbá-lo até ejacular. Os abusos ocorriam na sala ou no quarto onde a menina pernoitava.

O arguido, que tem três filhos, reside com a mulher e aproveitava as suas saídas para as compras para abusar da neta, com quem ficava sozinho em casa.

Não tendo estado presente no julgamento, o alegado pedófilo consentiu na realização das audiências na sua ausência, não confessando os factos nem se mostrando arrependido.

Na leitura do acórdão, ontem à tarde, o juiz-presidente do coletivo destacou que "nada traduz nos autos que o arguido tenha adotado alguma conduta séria destinada a reparar as consequências dos crimes que praticou." E também "não demonstrou sincero arrependimento nem interiorização da gravidade das suas condutas."

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)