Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Encapuzado ataca com uma catana

Esperou atrás de um muro e agrediu homem à porta de casa.
Paulo Jorge Duarte 26 de Dezembro de 2016 às 01:45
A carregar o vídeo ...
catana
Escondeu-se atrás de um muro e esperou que André Filipe chegasse a casa, em S. João de Ovar, para o atacar de forma violenta, por volta das 22h30 de sexta-feira. Encapuzado, agrediu o homem de 34 anos com uma catana, deixando-o gravemente ferido. Depois de uma luta corpo a corpo, o agressor fugiu. Foi procurado pela PJ de Aveiro.

Na origem da agressão estarão questões passionais. "Nunca pensei que uma coisa destas acontecesse nesta rua, ainda por cima no Natal. Esta família é pacata, respeitadora e nunca ouvimos falar de problemas", disse ao CM Carlos Barge, vizinho da família. "Não se sabe as razões, mas de qualquer forma isto não se faz", acrescentou.

Alertada pelos gritos de socorro de André Filipe, a sua família correu em auxílio. O sogro, José Conde, 59 anos, ficou ferido nas mãos enquanto protegia a vítima e tentava tirar o capuz ao agressor. A mulher do agredido, Sílvia Conde, de 34 anos, ficou indisposta. Ambos foram socorridos no local e transportados para o Hospital de Santa Maria da Feira. Os filhos menores, de 5 e 10 anos, assistiram às agressões e ficaram em choque.

A Polícia Judiciária de Aveiro investiga o crime, que poderá ter causas passionais, e já montou uma operação de caça ao homem, que fez buscas até Válega, onde o agressor mora. Há suspeitas de que se trate de um colega de trabalho, de 23 anos, de André Filipe - que permanecia, à hora de fecho desta edição, internado no Hospital de Vila Nova de Gaia, em estado considerado grave.
Ver comentários