Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Encarregado morre afogado no Douro

O dia era de trabalho nas obras de construção da nova ponte do Douro, que ligará Lever, Gaia, a Medas, Gondomar. Mas a tragédia atingiu, ontem, o grupo de trabalhadores da Teixeira Duarte quando um encarregado da obra caiu ao rio, em Lever, depois de ter dito aos colegas que ia à casa de banho. José Santos, 54 anos e residente em Baguim do Monte, Gondomar, estava sozinho e acabou por morrer afogado. Foi resgatado da água duas horas e meia depois de ter desaparecido.
2 de Julho de 2010 às 00:30
Corpo de José Santos foi retirado da água perto do local onde caiu. Estava a seis metros de profundidade
Corpo de José Santos foi retirado da água perto do local onde caiu. Estava a seis metros de profundidade

O alerta por José Santos foi dado pouco depois das 15h00, mas tudo terá acontecido uma hora antes. Logo após o almoço, o trabalhador anunciou que se ia retirar. 'Disse--nos que ia à casa de banho', revelou o colega.

Sem sair da zona de obras, percorreu um acesso que fica na rua da Herdade, junto à margem do rio. Do que aconteceu depois pouco se sabe mas, ao que tudo indica, o homem ter-se-á debruçado para lavar as mãos e desequilibrou-se. 'Havia umas ervas pisadas, pelo que deve ter sido aí que ele, provavelmente, caiu', contou, ao CM, o Chefe-Segundo dos Sapadores de Gaia, Artur Mendes. O corpo foi encontrado a seis metros de profundidade e a quatro metros da margem. Os responsáveis da obra recusaram-se a prestar declarações ao CM. No local esteve a Polícia Marítima, os Bombeiros de Crestuma e a GNR de Lever.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)