Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Encontrado morto após 3 semanas

A cada dia que passava, a família de Joaquim Fonseca, de 76 anos, desaparecido há quase um mês na Quinta do Conde, Sesimbra, foi perdendo a esperança de encontrá-lo vivo. Ontem, logo pela manhã, em mais uma tentativa de encontrar o idoso, cerca de 50 familiares e amigos bateram milimetricamente um pinhal a cerca de 300 metros da casa da família. Uma amiga da família acabou por encontrar o corpo em avançado estado de decomposição. Apenas as sandálias e uma boina permitiram às filhas identificar o corpo.
17 de Outubro de 2011 às 01:00
Joaquim Fonseca foi visto pela última vez ao deixar o centro de dia. Esteve 27 dias desaparecido
Joaquim Fonseca foi visto pela última vez ao deixar o centro de dia. Esteve 27 dias desaparecido FOTO: direitos reservados

Pouco passava das 09h30 quando foi feita a descoberta do cadáver de Joaquim Fonseca, visto pela última vez a 20 de Setembro. GNR e populares fizeram buscas na zona, mas sem sucesso.

Agora, encontrado o corpo, a PJ investiga as causas da morte. Mas, ao que o CM apurou, não há indícios de crime. "Acreditamos que ele viesse do centro de dia para casa, e deve ter parado junto a esta ribanceira para urinar. Ou se desequilibrou, ou sentiu-se mal, e caiu junto aos pinheiros, com o corpo a ficar coberto pelas silvas" disse ao CM Rosa Fonseca, de 42 anos, uma das quatro filhas.

Devido ao cheiro nauseabundo, os bombeiros precisaram de máscaras para retirar o corpo do local.

DESAPARECIDO SESIMBRA QUINTA DO CONDE FAMÍLIA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)